Domingo, 13 de Dezembro de 2009

Feliz Sonae! Perdão… Natal!

Ah, o Natal! Época de amor, paz, prosperidade e rios de dinheiro gastos em consumo despropositado. Perdão… Consumo devidamente aplicado. Uma prenda para a mãe, outra para o pai, mais uma para a irmã, um livro para o cunhado, uns brinquedos para o sobrinho, uma caixa de chocolates para a avó, um gorro para o avô, algo dispendioso para a namorada, mais umas cuecas para os primos e uma série de lembranças para os amigos. Resultado? Saldo negativo!

Não fossem o marketing e a publicidade a minha grande paixão, diria que a culpa é de um pássaro gigante (digno de uma mutação chernobilense, resultado de uma possível relação extra conjugal entre o Poupas e a Pipi das Meias Altas) e de um hipopótamo (cujo anúncio mais recente não foi plagiado do videoclipe da Madonna, Hung Up) que surgem na televisão várias vezes ao dia. Ora estas duas figuras muito têm feito para suplantar a famosa criação de uma conhecida bebida, o Pai Natal. Mas não são só estas duas personagens que têm contribuído para a “erosão” desta figura natalícia. Outra empresa com um slogan semelhante a algo do tipo “Voltem sempre!” também mantém acesa a chama na aguerrida luta contra a imagem do Pai Natal. Vejam lá vocês que fizeram um anúncio com o velhote, fofinho e de barba branca de férias num local paradisíaco. E pronto! Quem quiser prendas vai lá ao sítio do “Voltem sempre” gastar umas notas. Sítio esse que, curiosamente, é, na maior parte dos casos, um apêndice da casa do pássaro gigante ou do hipopótamo amigo da Madonna. Curioso é também o facto de tudo isto ser pertença de um só grupo. Ou seja, o pássaro, o hipopótamo e o “Voltem sempre” são uma espécie de Jihad Islâmica, mas em vez de perpetrarem atentados terroristas de forma ilegal, fazem-no legalmente através da televisão e da rádio. Bem pensado senhores!

Posto tudo isto, apraz-me pensar que algo de errado se está a passar. E parece-me que é algo de proporções hercúleas, cuja magnitude faz o processo “Face Oculta” parecer uma brincadeira de meninos. Por isso, deixem lá o “filósofo” com a “Vara” na mão e atentemos no seguinte:

O pássaro gigante surgiu há uns anos atrás no seu máximo esplendor. Com o seu aspecto de mutante amigável convidava todos a dirigir-se ao mundo encantado dos brinquedos. Apesar das tentativas, voar era algo de muito estranho para ele. Por isso nunca voou. Limita-se a saltar e a andar, algo que seria perfeitamente aceitável caso fosse um pinguim, uma galinha ou uma avestruz. A verdade é que o aspecto do pássaro não tem nada a ver com isso e creio que o facto de não conseguir voar está a fazer com que o brilhantismo com que surgiu se esteja a desvanecer.

O hipopótamo também surgiu há algum tempo. Era uma figura muito querida, embora um pouco baralhada das ideias, pelo menos no que toca a relacionamentos. Tentou alguma coisa com o Toni Carreira, mas rapidamente percebeu que aquilo não ia funcionar. Este ano surgiu com as roupas da Madonna ao som de Buraka Som Sistema num anúncio que em nada favorece a sua imagem de bichinho da selva querido e fofinho. Além disso, um hipopótamo que dança, mexe o rabo e as maminhas como se fosse um atleta de alta competição não deve ser um hipopótamo muito normal. Ou então não é um hipopótamo. Portanto, a probabilidade da Madonna ter feito uma intervenção cirúrgica está neste momento com um índice percentual elevado.

Por fim, não querendo fazer nenhuma análise à evolução do “Voltem sempre!”, gostaria de deixar uma sugestão às mentes brilhantes que puseram o Pai Natal de férias (na televisão) e com uma voz do mais snob que poderia existir (na rádio). Meus caros, pôr o Pai Natal de férias? Acordem para a vida! O homem está de férias o ano todo e vocês querem colocá-lo a descansar no único mês que ele vai trabalhar? Ainda por cima só trabalha um dia. Vocês são tão bons a fazer coisas más; acho que conseguem fazer uma coisa um bocadinho melhor.

Queria deixar bem claro que vivo com muito medo de algum dia ter que me mascarar de Leopoldina ou de Popota para animar a noite de Natal aos meus filhos (aqueles que espero ter um dia). Por isso, para o Pai Natal da Coca-Cola, o qual me trazia brinquedos das lojas de comércio local, vai todo o meu apoio e solidariedade porque não é só o Mário Soares que é fixe. O Pai Natal também é! Feliz Sonae! Perdão… Natal!

(crónica escrita na âmbito da disciplina de Géneros Redactoriais. Poderá também ser encontrada em http://redaccao2ponto3.blogspot.com/)

Ah... E para que não haja nenhuma confusão em relação ao videoclipe da Popota com o da Madonna, aqui estão os dois. E mais não digo! Olé!

Hoje estou...: Oh Oh Oh!
Publicado por Antrópico às 09:32
Link do post | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Então e eu? Quem sou?

.Pesquisar vidas!

 

.Vidas recentes

. Nobel da paz para Massimo...

. Feliz Sonae! Perdão… Nata...

. Ausência loooonga!

. Doutor, diga que foi para...

. Xiu... Cala a boca que as...

. Ah ah ah ah ah!!!

. Mas o que é que se passa ...

. Tenham medo... muito medo...

. Habemus Papam

. Haja saúde Manelinha!

.Vidas passadas

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Links

.Subscrever feeds

.tags

. abstinência

. assembleia república reitor ministro

. ausência

. autópsia

. bento xvi

. cimeira

. crise

. crítica

. críticas

. deus

. dinheiro

. edp

. escola

. ferreira

. g20

. galp

. jovens

. leite

. lucro

. manuel

. morto

. papa

. paragem cardíaca

. polícia

. posts

. preservativo

. problema

. scolari tap futebol selecção nacional ac

. sexual

. sida

. siemens

. sócrates alberto joão jardim primeiro mi

. trabalho

. vaticano

. todas as tags